EQUIPE DE ARBITRAGEM DA PUCRS EMBARCA PARA O VIS MOOT

(03/04/2019)


A equipe de arbitragem da PUCRS embarca para os Pre-Moots em Belgrado e Hamburgo, e depois para o Vis Moot, principal competição de arbitragem internacional comercial, que irá ocorrer nos dias 13 a 18 de abril em Viena, na Áustria. 
Sob a orientação de Gabriela Wallau, a equipe realizou seu treino final na última segunda-feira, na sede da Estevez Advogados, que patrocina e incentiva este tipo de iniciativa.

Últimas Notícias


  •   26th Willem C. Vis International Commercial Arbitration Moot 

    Nos dias 13 a 18 de abril, ocorreu o 26° Vis Moot, principal competição de arbitragem internacional comercial, realizada em Viena, na Áustria. A advogada Gabriela Wallau esteve presente, atuando como árbitra da competição, bem como orientadora do grupo que representou a PUCRS. A equipe, ainda, participou dos Pre-Moots de Belgrado e Hamburgo, eventos preparatórios à competição final.

    - (24/04/2019)

  •   Evento de Direito Societário

    No dia 05 de abril, André Estevez participou de evento junto ao Programa de Pós-Graduação da UFRGS, acerca de dissolução em Sociedades Anônimas. O encontro foi organizado pelos professores Luis Renato Ferreira da Silva e Gerson Branco, contando com a presença de Alfredo de Assis Gonçalves Neto (UFPR) como palestrante e, como debatedores, André Estevez (PUCRS) e Luís Felipe Spinelli (UFRGS).

    - (16/04/2019)

  •   Recuperação Judicial de Produtor Rural

    Na última quinta-feira, foi publicado no portal Migalhas artigo de autoria de Diego Estevez e Celiana Diehl Ruas. O artigo versa sobre a Recuperação Judicial de produtor rural, trazendo os mais recentes entendimentos e precedentes acerca do tema.Confira na íntegra em https://www.migalhas.com.br/dePeso/16,MI299468,51045-Recuperacao+judicial+do+produtor+rural

    - (08/04/2019)

  •   Manutenção da posse de bem em alienação fiduciária após o stay period

    Em causa patrocinada pelo escritório Estevez Advogados, foi deferida a manutenção da posse de bens de empresa em Recuperação Judicial em ação de Busca e Apreensão, afastando-se as exceções previstas no art. 49, §3° da Lei 11.101/05.  Entendeu-se que, mesmo se tratando de bem dado em garantia de alienação fiduciária, e já transcorrido o prazo do Stay Period, a retirada dos bens da recuperanda acabaria por inviabilizar o sucesso do Plano de Recuperação homologado, contrariando o objetivo da demanda recuperacional. A ação tramita perante a Vara Judicial do foro de Palmares do Sul – RS.

    - (01/04/2019)

Ver todas as notícias

Contato

Av. Carlos Gomes, 700 - 611, Boa Vista - Porto Alegre/RS - CEP 90480-000

(51) 3331-1111 [email protected]